Cidades Históricas Brasileiras Ciclope LTDA
 Home > Paraty
notícias e boletim entre em contato Ciclope.art.br Sertoes.art.br



MONUMENTOS CIVIS

Forte Defensor Perpétuo

O Forte Defensor Perpétuo foi construído em 1703 para defender a baía de Paraty dos ataques de piratas em busca do ouro que vinha de Minas Gerais para ser embarcado para a Europa.

Em 1822 o forte foi reformado e ganhou a denominação atual em homenagem ao Imperador D. Pedro I, que recebera o título de Defensor Perpétuo do Brasil.

Além do Forte Defensor Perpétuo, outras seis fortificações guardavam a baía: da Ponta Grossa, da Ilha das Bexigas, de Iticopê, da Patitiba, da Ilha do Mantimento e Bateria do Quartel. Delas restam, quando muito, apenas as ruínas.

Atualmente, o Centro de Artes e Tradições Populares de Paraty ocupa o salão principal do forte. Objetos relacionados ao modo de vida do povo paratiense estão em exposição.

O forte conta ainda com um paiol de pólvora ou casa da pólvora, um dos poucos remanescentes deste tipo de construção no Brasil.

Localização: Morro do Forte (ver no mapa)
Visitação:
Quarta-feira a domingo, das 9h às 12h e 14h às 17h

topo da página

Câmara Municipal
A Câmara Municipal ocupa o segundo andar do sobrado da Prefeitura. Até 1921 o presidente da Câmara era quem respondia pelas funções de prefeito da cidade.
Localização: Rua Dr. Samuel Costa, 29 (ver no mapa).
Visitação: Visitas marcadas na sede administrativa da Câmara Municipal, de segunda a sexta, das 8h30 às 11h30 e 13h às 17h. Telefone: (024) 371-1266 ramal 223 ou (024) 371-2070
.
topo da página

Quartel da Fortaleza Patitiba


O Quartel da Patitiba (1703) fazia parte de uma das sete fortificações que defendiam a baía de Paraty. Durante um longo período - até 1980 -, funcionou como Cadeia Pública.

Depois de restaurado em 1981, foi ocupado pela Secretaria Municipal de Turismo e Cultura. Atualmente abriga a Biblioteca Fábio Villaboim.


Localização: Largo de Santa Rita (ver no mapa)
Visitação: Segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e 13h às 17h.

topo da página

Sobrado dos Bonecos

Construído no século XIX, o Sobrado dos Bonecos, com sua arquitetura
simples e elegante, destaca-se pelos seus elementos de adorno. As cornetas sob as sacadas - para escoar a água de chuva - são de bronze.

O nome do sobrado deve-se às quatro estátuas de adorno que originalmente ficavam sobre o beiral. Delas, sobraram apenas os pedestais.

Localização: Rua Tenente Francisco Antônio (Rua do Comércio), 7.
(ver no mapa)

topo da página

Casa da Cultura


O sobrado onde funciona a Casa da Cultura de Paraty é segundo a UNESCO, um dos mais representativos da arquitetura do século XVIII. Apresenta a influência da maçonaria nos cunhais subdivididos em quadrados.

Uma das atrações que os visitantes podem conferir logo na entrada da Casa da Cultura é um tapete de serragem, arte típica das festas religiosas da cidade. Numa justa homenagem a essa tradição popular, a recepção, chamada Sala da Cultura Indígena, ganhou um tapete de serragem colorida de 28 metros quadrados. Trata-se de uma reprodução do quadro de Rugendas, “Florestas brasileiras”. O tapete é protegido por um vidro para que os visitantes possam caminhar sobre ele.

Já o segundo andar do sobrado é ocupado por uma exposição permanente que utiliza a arte local e elementos do cotidiano dos paratienses para mostrar a trajetória da cidade. Os próprios moradores ajudaram a montar o acervo.

Localização: Rua D. Geralda, 177 (ver no mapa)
Visitação: Segundas, quartas, quintas e domingos – 10h às 18h30; sextas e sábados – 13h às 21h30. Telefone: (24) 3371.2325. E-mail: casadacultura@paratyweb.com.br.

topo da página


Chafariz da Pedreira

O Chafariz do Pedreira, também conhecido por Chafariz de Mármore, foi construído em 1851 por ordem do Conselheiro Luiz Pedreira do Couto Ferraz, o presidente da província na época. 
Localização: Praça do Chafariz, na entrada do Centro Histórico. (ver no mapa)
topo da página


Santa Casa de Misericórdia


Fundada em 1822, no ano da independência do Brasil, a Santa Casa de Misericórdia tem como patrono São Pedro de Alcântara, em homenagem a D. Pedro I. O prédio exemplifica o modo como se construía um hospital no século XIX.

Localização: Rua Dom Pedro de Alcântara, 1. (ver no mapa)


História, Arte e Cultura
.
História
Monumentos Civis
  Forte Defensor Perpétuo
Câmara Municipal

Quartel da Fortaleza Patitiba
Sobrado dos Bonecos
Casa da Cultura
Chafariz da Pedreira
Sta. Casa de Misericórdia
.
Monumentos Religiosos
Arte
Artesanato
.
Mapas
.
Centro Histórico  
Arredores

Brasil

topo da página
voltar

Busca
Google
Web Neste site
Anuncie
Anuncie seus serviços ou seu estabelecimento nas páginas do Cidades Históricas Brasileiras e seja visto por todos os nossos visitantes.

Clique aqui para maiores detalhes.
Participe
O que anda acontecendo em sua cidade? Há alguma festa marcada para o próximo mês? Deixe aqui a sua dica e contribua na divulgação do evento: ela poderá ser incluída em nossa agenda mensal.

Clique aqui para deixar seu recado.
Sobre este site
Cidades Históricas Brasileiras é um projeto da Ciclope - Arte e publicações em meios digitais.



 

créditos fontes ajuda mapa do site